Quatro pilares essenciais para o equilíbrio da vida saudável: alimentação balanceada

Flyer-Blog-Miligrama-4-dicas-1000x700-1 (1)

Alimentação, hidratação, atividade física e descanso são os quatro pilares básicos da vida saudável, que a cada dia estão mais desequilibrados devido à influência da tecnologia, das grandes indústrias de alimentos e da rotina agitada.

Hoje iremos abordar o primeiro pilar: ALIMENTAÇÃO BALANCEADA, definida em oferecer nutrientes para garantir a nutrição adequada e evitar alimentos que prejudicam o funcionamento do nosso corpo.

Nos dias de hoje, muitas pessoas têm medo de comer uma fatia de abacate por conta da gordura e investem em lanches rápidos, pobres em nutrientes e ricos em carboidratos refinados como barrinha de cereal ou biscoito “fit”. A comida natural, ou como dizem comida “de verdade”, deixou de ser a base da alimentação, abrindo espaço na mesa para os alimentos industrializados, processados e grãos modificados geneticamente. No entanto, a cada dia que passa temos mais evidências de que precisamos reverter essa situação em prol da saúde e qualidade de vida da população.

blog-4-pilares

Sendo assim, para ter uma vida longa e saudável, tome como base da sua alimentação diária as dicas a seguir:

– Adicione cores e sabores na sua alimentação. Opte pelo consumo de vegetais, legumes e frutas da forma mais natural e fresca possível. Experimente e crie preparações saborosas variando sempre os alimentos.

– Prefira carnes, peixes, frango, ovos, cogumelos em preparações cozidas, grelhadas, assadas, evitando as versões fritas e empanadas.

– Inclua gorduras boas como azeite de oliva, nozes, castanhas, abacate, coco, peixes ricos em ômega 3 como atum, sardinha e salmão.

– Diminua a ingestão de açúcar e carboidratos refinados como doces, pães, massas, arroz, pizza, bolos e milho, pois o consumo excessivo desses alimentos pode causar diversas patologias com grande incidência atualmente como diabetes, esteatose hepática e obesidade. Prefira os carboidratos provenientes das frutas e principalmente vegetais.

– Reduza o consumo de alimentos industrializados e processados, que são fontes de corantes, conservantes, sódio, gordura trans, açúcar e também o açúcar “disfarçado” como dextrose, açúcar invertido, xarope de malte, maltose, glicose, maltodextrina ou glucose de milho. Fique atento aos rótulos dos produtos: escolha aquele que tem menos ingredientes e seja mais natural.

– Evite a gordura hidrogenada conhecida como gordura trans, encontrada em biscoitos, salgadinhos de pacote, margarina, frituras, bolos prontos e macarrão instantâneo.

– Prefira os adoçantes naturais como a estévia, xilitol, sorbitol, eritritol e evite os artificiais como sacarina, ciclamato, aspartame, acessulfame K e sucralose, pois há evidências de que o consumo desses adoçantes em demasia pode causar uma série de danos para a nossa saúde, além do efeito rebote de fome que estimula o apetite.

“Descasque mais e desembale menos”: esse deve ser o nosso lema! Se na sua ida ao supermercado você gasta mais tempo na seção de hortifruti e açougue do que no restante, você está no caminho certo. Somos responsáveis por nossas escolhas. E você, já fez as suas?

Aguarde o próximo post, falaremos sobre o segundo pilar para a vida saudável: a hidratação suficiente.